16 de junho de 2010

AS CHAVES DE ENOCH II

Nosso universo foi criado da “Síntese de Luz” do universo seguinte, as Plêiades, o berço e o trono de nossa consciência.


1. Enoch explicou que nosso universo local possui um núcleo de Luz triangular de dez milhões de anos luz com um véu circundante de vinte milhões de anos luz. Este véu consiste em invólucros de calor que formam uma zona bioquímica de teste, necessária para a vida divina.

2. A zona bioquímica de teste rodeia o núcleo ou Sol Central conhecido como o Kolob.

3. Ambos, o nosso universo físico local (um espectro de nosso universo local) e a circunjacente zona bioquímica de teste são sobre-excedidos por um mundo invisível de massa-negativa, que modela o núcleo atômico e é usado na construção do sistema energético físico de nossa galáxia visível. Assim, o universo físico provém do mundo de massa-negativa, que é usado para a purificação da "luz aprisionada".

4. O projeto para este universo físico e para o mundo de massa-negativa pré-existe nos céus superiores, nos códigos estelares das Plêiades.

5. A partir destes códigos os Senhores de Luz Elohim em Órion criam a formação da massa-negativa, que é modulada pelas formas-pensamento dos Senhores de Luz para a criação do universo físico de evolução material, i.e. da massa.

Como podemos perceber essa chave reforça a teoria de que a origem do universo é a luz,ou seja, energia (E=mc²). Neste aspecto podemos concluir mais uma vez que somos originados da Luz, e que a matéria é um laboratório de experiencias bioquímicas em que as conciências tem a oportunidade de evoluir e aprender a tornar-se co-criadores do universo, para posteriormente, assim como os Elohins(os construtores da forma) oportunizar a outras conciências a evolução.

Esta chave está ligada a 6 letra do alfabeto hebraico (Vo) que relaciona-se diretamente com o sexto caminho da arvore da vida de Chokmah a Chesed representando a inteligência divina Viah (Deus Fundador).

Partindo da analise acima podemos ver que Deus construiu o universo e que através da matéria oportuniza as conciências (pela densificação da luz) um meio de alcançar o estágio de Deus Fundador, construindo e criando, à imagem e semelhança do Pai.


O nome chave fornecido para entrar na presença da Pirâmide de “Luz” do Trono do próximo universo é Metatron).

1. A sétima chave refere-se a Metatron, que nos recebe ao atravessarmos os portais de Órion deste universo-Filho rumo ao universo-Pai dos Criadores Elohim.

2. E quando eu fui levado a Órion, observei dentro do Trapézio de Órion camadas de Luz de grande intensidade, que revelavam uma série de 'céus internos' formando coletivamente a base para o nascimento e a regeneração. E foi-me mostrado como o Trapézio de Órion - o portal de limiar da 'criação estelar' - está em conjunção com ômega Órion, a região da 'morte estelar'. Ambos estão alinhados com o Trono do Pai governando através da região estelar de Alnitak, Alnilam e Mintaka.

3. Estas três regiões estelares operam como o comando conjunto do Controle Central, a passagem que abre nosso universo-Filho para as miríades de populações estelares do nosso universo-Pai superior. Esta passagem coletiva em Órion permite que inteligências de matéria-energia entrem em campos puros de evolução da alma.

4. Além disso, os Senhores de Luz, por meio do Conselho dos Nove, coordenam e sincronizam, através deste campo de energia central em Órion, todas as pirâmides de todas as galáxias em nosso universo-Filho que usam os programas do Pai Eterno...

10. Quando fui levado a Órion, Enoch não pôde levar-me à Pirâmide Mestre de Luz. Só Metatron pôde fazê-Io, pois Enoch é o Mestre de Luz Ascendido mas Metatron é o Deus Senhor de Luz que está trabalhando com a Mão Direita e com a Mão Esquerda do Próprio Pai.

11. Metatron é o Criador da "Luz Exterior", que penetra as regiões amorfas e vazias, permitindo o alvorecer da Luz Viva de YHWH nas regiões do "universo exterior".

12. Metatron provê os envoltórios de Luz para as Formas-Pensamento do Antigo de Dias. Estas, por sua vez, são usadas pelos Deuses Criadores em regiões de evolução recente para criar seus próprios padrões Hierárquicos, os quais, com o passar do tempo, ligarão estas regiões com a Casa de Muitas Moradas do Pai.

Podemos dizer claramente que para acessarmos determinados planos de existência, ainda nesta encarnação, temos que nos respaldar nos seres da dimensão extrafísica, com intuito de obter instrução e permissão sobre os planos de existência elevados. Neste caso mais específico para alcançar o Reino dos Elohin seria necessário o auxilio de Metatron,o Criador da "Luz Exterior" (o que eu chamaria de Chefe dos Elohim), o criador do Eletron.

Esta chave está baseada à 7a letra do alfabeto hebraico Zain, relacionda diretamente com o 7º caminho da arvore da vida de Binah a Tiphereth que nos remete a inteligência divina Ziah (Deus do Raio).

Acho que nada mais esclarecedor para uma das características de Metatron do que Deus do Raio, sendo o mesmo o criador do eletron. Se pararmos e pensarmos na teoria da evolução de que descargas elétricas deram origem à vida, entenderemos porque Metatron é a chave para a conexão dos planos superiores de existência e porque ele seria essa especie de "Chefe" dos Elohim.


A chave da Esfinge-Pirâmide no meio da Terra é o "VEÍCULO SOLAR DE ALTA FREQÜÊNCIA”, dado no símbolo do Sol-Leão e na estrutura simbólica da pirâmide de espaço-tempo que provê para todos os níveis de evolução em nossa zona as chaves matemático-astronômicas para a “EVOLUÇÃO SUPERIOR” ao redor.)

1. Enoch explicou como o veículo da Esfinge-Pirâmide foi colocado "no meio da Terra", como um modelo vivo do destino do Homem de morar em um corpo evolutivo superior, uma vez que possa centrar sua energia solar e magnética com o alinhamento da Pirâmide, que é a arquitetura do espaço.

Além disso, ele mostra como a face da Evolução Superior é capaz de atravessar nosso sistema solar e incorporar a sua consciência em nossa evolução solar, no corpo do nosso Sol-Leão.

2. Deste modo, a Esfinge-Pirâmide é um veículo educador que mostra como a Irmandade de Luz pode interpenetrar no espaço piramidal do Homem, para que a raça do Homem possa ser sintetizada em novas formas de incorporação da Luz para ir além de nosso sistema solar imediato. A Esfinge simboliza nosso corpo de espaço e tempo dentro da evolução solar do Leão, que precisa ser conquistada pelo Homem antes que ele possa usar a face do esplendor e morar na presença dos 'Arquitetos' Mestres de Luz.

3. Para ensinar ao Homem, os Mestres de Luz só necessitam projetar a sua face através da nossa evolução solar, já que eles evoluíram a Corpos de Luz Integral capazes de empregar uma tecnologia de forma-pensamento para interpenetrar nosso espectro solar com o seu poder de Luz. Isso lhes permite ensinar as criações de mundos-poeira a evoluir além da face evolutiva de seu sol e a tornar-se Filhos de Deus.


4. O veículo da Esfinge-Pirâmide situa-se no limiar entre nosso ponto zero de evolução e a tecnologia superior de Luz, como o degrau para outros sistemas solares conscienciais além da limitação da nossa zona de luz solar.

A Esfinge-Pirâmide simboliza como a mente da Inteligência Superior precisa centrar-se dentro de nossa evolução solar a fim de educar o Homem para usar as linhas de força Magnéticas e para construir Pirâmides conscienciais, as quais são as chaves para abrir os controles limiares necessários para sair de nossa zona temporal consciencial.

5. Enoch explicou-me também que quando o Homem tiver aberto a Esfinge-Pirâmide com a consciência de Luz superior e conectado as entradas de energia da Pirâmide e da Esfinge uma especiais da Pirâmide transferem à com a outra, ele entenderá que completou esta fase da vida e que está preparado para que os veículos de energia da Irmandade regressem e levem-no à estação evolutiva seguinte.

6. Ele disse: "Lembre-se que existe uma pirâmide energética de Luz em cada membrana evolutiva".

7. E Enoch explicou-me que a Grande Pirâmide é um computador geofísico que mostra a meia-vida do nosso universo local dentro das bases geofísicas dos meridianos biofísicos, geofísicos e astrofísicos da Terra. Além disso, ela é também uma estação de vida astrofísica mostrando como a função geóide de nosso planeta está conectada com Órion, que é a região para a programação positiva em nosso universo.

8. A Grande Pirâmide na Terra está, em realidade, em conjunção com um campo de energia piramidal abaixo da Terra, junto com o qual ela forma um diamante. Deste ponto focal central há uma rede de ressonância magnética que conecta todos os campos de energia piramidal ao redor da Terra em relação a um icosaedro. Esta malha icosaédrica é uma estrutura monolítica de tetraedros e octaedros entrelaçados, os quais fornecem as verdadeiras recíprocas harmônicas de Luz atuando em todos os pontos da malha.


9. A verdadeira ciência da astronomia Magnética é alinhar a Grande Pirâmide com a constelação de Órion a fim de formar "o ponto focal centraI" para recuperar a informação de todos os pontos da malha. Deste modo, a Grande Pirâmide é um modelo para o contínuo de luz de muitos universos conectados com nossa Terra. Com esta relação em mente, podemos visualizar como os dutos estelares especiais da Pirâmide transferem à Terra, em uma escala monumental, a mensagem dos Deuses das estrelas imperecíveis Ihmw-‘sk.

A mensagem contém a revelação da verdadeira astronomia solar e as matemáticas que o homem precisa utilizar antes que possa abandonar o meio ambiente da Terra.

Percebemos claremente a benevolencia dos Arquitetos Universais em nos deixar "supercomputadores energéticos" e modelos de evolução para nos guiar e transmutar as energias planetárias.

Essa chave está ligada à oitava letra do alfabeto hebraico Cheat que está relacionada diretamente com o oitavo caminho da Árvore da Vida de Binah a Geburah que conecta-se à inteligencia divina Hasid (Deus da misericórdia).
(continua)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por sua atenção!
Paz Profunda!